sábado, 5 de novembro de 2011

FALTA DE AMOR PELO PAÍS!




Eu já não posso mais conceber,
Ver tanta falta de amor pelo país;
Por falta de amor, está tudo a arder,
Há cada vez mais a fazer de raiz.

Não estamos todos a perceber,
Que o bem-estar e a felicidade,
Está no que temos que defender,
Da nossa terra, da prosperidade.

Se mais não dermos, há que zelar,
Quer por dever ou obrigação,
Do que é de todos a preservar,
Do nosso país, da nossa nação.

É o património, a nossa riqueza,
Que se destrói diariamente;
Por actos de crime ou de avareza,
Por tresloucada ganância de gente.

Anda tão carente a mentalidade
A cidadania, os valores de bem,
Que deixa pobre a comunidade
Maior património que a gente tem.
José Faria

Sem comentários:

Enviar um comentário