domingo, 13 de setembro de 2015

PARA BEM DE PORTUGAL


PARA BEM DE PORTUGAL

Vá votar onde quiser,
Atos cívicos são mantidos,
Pois votar é um dever,
Cuidado com os grandes Partidos.

São grandes mas sem valores,
Mais humanos e exigidos;
Servem mais para promover,
Políticos corrompidos.

São de interesses pessoais,
E vaidades de poder.
Que ao povo faz tão mal.

Partidos há muitos mais,
Que devemos defender;
Para bem de Portugal.

08/09/2015

José Faria
 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário