sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

SOL DE SÁBADO


 SOL DE SÁBADO

Foi tão lindo o despertar,
Deste sábado com a aurora;
A sorrir e a convidar,
Sair de casa para fora.


Nasceu o dia a convidar,
A escolher a melhor hora;
Para ir ao rio e mar,
Por caminhos, estrada fora.


Pelo Freixo a Valbom,
Junto ao Douro ainda barrento,
Passeio na desportiva.


Depois a Circunvalação,
Num pedalar já mais lento,
Porque é de mais a subida.

16/01/2016
José Faria

Sem comentários:

Enviar um comentário