quinta-feira, 30 de junho de 2016

CORUJA DE CEDRO

A coruja lá do mato, /// Veio à população; E foi-lhe tirado o retrato, pelo artista artesão.

ROSA ESCULPIDA

A rosa em grossas mãos,
Com mais ou menos carinhos;
Também lhes deixa lesões,
Provocadas por espinhos.

- Escultura e poesia de José Faria

CAVALOS SELVAGENS

Foi em sonhos que um dia vi, ///

Grandes prados e pastagens; ///

E cavalos esculpi, ///

Como se fossem selvagens. (José Faria)

ARTE DE ZÉ FARIA

Escultura e talha de goiva e formão, obra de puro e nato artesão. José Faria - Z.F,

AS GRAÇAS QUE GUARDO NO PEITO



As graças que as Graças me dão, /// Depois do trabalho feito; /// É obra de artesão, /// Que guardo dentro do peito. (José Faria)

EXISTÊNCIA OUSADA


Toda a violência, qualquer; /// Do corpo ou do coração;
Seja do homem ou mulher, /// É falta de educação. (José Faria)