quinta-feira, 1 de setembro de 2016

SANTIAGO AO PÉ DA PORTA

PEDAÇOS DE MEU CAMINHO

CENTRAL DE SANTIAGO

Vou de novo pedalar,
Caminhos ao pé da porta;
Que me levam ao altar,
Pela minha nova rota.

Maiata de bom caminho,

Banhada pelo rio Leça;
Acompanhado ou sozinho,
Sou só eu, mais nada interessa.

Só a história e a natureza,
De minha terra e além dela;
É minha origem e beleza,
E de existência mais bela.

01/09/2016

José Faria
 

Sem comentários:

Enviar um comentário