segunda-feira, 29 de maio de 2017

POESIA SEM ROSTO


FUTILIDADES POÉTICAS

Melhor fosse a perífrase utilizada,
Para dar à poesia mais aragem;
Porque há muita que ao ser declamada,
De metáforas está tão carregada,
Que nem se chega a perceber qual a mensagem.

E basta uma palavra desajustada,
Para inverter a ideia ou imagem,
E o sentido da frase versada.
Porque a vaidosa palavra realçada,
Tirou ao poema toda a coragem.

Depois vem a poesia do lamento,
Da tristeza, da dor e da saudade;
Tal como o fado choradinho;

Para o progresso é perda de tempo,
Não se constrói com isso felicidade,
Nem a sociedade quer esse caminho.

José Faria


Sem comentários:

Enviar um comentário