EM SÃO MIGUEL O ANJO

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

TERRA PARADA


 

TERRA PARADA
 
Aquela terra parada,
Sem nada saber,
Cansada de nada…
Já sem dar nas vistas;
Continua cansada,
Por nada fazer;
Na terra enganada,
Por comodistas;
 
De gente que fura,
Que sabe vencer,
Quer enriquecer,
De forma apressada.
 
Tão egoístas,
E enganadores,
São serviçais,
De grandes senhores.
Presos ao poder,
É essa a razão,
São como carraças,
Ferradas no cão.
 
Sorriso matreiro,
E enganador;
Apelam ao povo
Sempre a seu favor.
E a comunidade
Tão enganada
Também precisa
Duma reguada. 

José Faria

 


Sem comentários:

Enviar um comentário