EM SÃO MIGUEL O ANJO

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

O MEU MERCADO













A terça chega de novo,
Como em toda a semanada;
Ao mercado que é do povo,
Do barato de bancada.

Mais fresco é peixaria,
Ou de frutas e legumes;
Porque no que é rouparia,
Manda a moda e os costumes.

E os pregões dos ciganos
Tem tudo para vender,
Barato e roupa bem forte,
E continuam a dizer;

É de marca, é comport (!?)
Há de tudo no mercado,
De Pedrouços, Oliveiras,

P'ra o rico e carenciado,

Há oferta em todo o lado,
A gordas e magras carteiras.
- José Faria -

Sem comentários:

Enviar um comentário